Adriana Vernalha

Oct 2, 2019

1 min read

OUTUBRO

E Outubro chegou com tudo,

Começou com a força da minha própria natureza, a força do meu próprio corpo, a força do meu útero.

Tomei o remédio que não era exatamente para a dor e a dor veio.

Vi os dois extremos de mim, a força do meu corpo de um lado causando a dor e a força do outro tentando não a sentir.

A dor que me paralisou foi a minha própria dor, assim como tudo que nos paralisa, é tudo nosso.

O meu único foco naquele momento, era eu mesma.

Tomei o medicamento necessário e depois de longos minutos a dor sumiu, temporariamente.

E o foco, continua sendo eu mesma.

Artist I Creative Producer. Sometimes in Portuguese sometimes in English @adrianavernalha

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.