Mais versos do meu a^esso.

Mais versos do meu avesso.

Troco palavras,

com quem não conheço.

Escrevo agora,

antes que me esqueço.

Partes de mim sonham,

enquanto eu adormeço.

Desacreditei,

dos que conheço.

Almas de outras palavras antes escritas,

marcadas agora no meu novo texto.

Tudo tem um fim,

tudo tem,

um começo.

A.O.V. 18/01/2017

--

--

Adriana Vernalha

A Human Exploring Her Creative Nature. Sometimes in Portuguese Sometimes in English @adrianavernalha